Futuro (in)certo…

1415551Um estudo divulgado esta semana pela equipe do biólogo Stephen Stearns, da Universidade de Yale, surpreendeu o mundo com suas conclusões.

Basicamente, o estudo conclui que mulheres com baixa estatura e acima do peso tem mais filhos. Sendo assim, estas características “marcantes” seriam passadas de mãe para filha…

Surpreendeu o mundo todo, menos a mim. Já é possível notar a evolução(?) atestada em pesquisa nas passarelas urbanas, diariamente, nos mais distantes confins deste mundo.

FatHollywoodComo será a mulher no futuro? Alta? Baixa? Magra? Gorda? Os padrões de beleza sofrerão grandes mudanças até 2.049?

A ciência avança. A consciência da importância da prática esportiva só aumenta. A formação cultural das populações também só aumenta…

looklet1Será que não é possível fazer nada para reverter este quadro? Ou será que esta nova “visão do comum” fará um bem melhor para a sociedade?

cerveja

E nós homens? Continuaremos bebendo chopp, fumando (alguns), jogando futebol aos domingos pela manhã e comendo churrasco?… tudo isto acompanhados daquela pancinha de cevada?

vogueitalia

Enfim… muitas perguntas e por enquanto nenhuma resposta. Mas 2.049 já está aí, e não estou surpreso.

Qual o preço da beleza?

Já parou para imaginar uma passarela ou bilhões de consciências reforçadas para suportar os mais diversos padrões e as novas realidades?

Pense comigo… e surpreenda-se cada vez menos com o velho-novo.